9 invenções criadas por mulheres que nunca ninguém pensou


Se todos nós conhecemos os grandes inventores, como Thomas Edison ou Graham Bell, da lâmpada e telefone, respectivamente, poucos de nós conhece as grandes inventoras. Aqui estão 9 invenções incríveis criadas por mulheres.

9 Invenções criadas por mulheres

Limpa pára-brisas

Por incrível que pareça, apesar das mulheres terem adquirido o direito de conduzir automóveis muito depois dos homens, foi uma mulher que inventou o limpa pára-brisas. A invenção deve-se a Mary Andreson, no início do século XX.

Escadas de Incêndio

As escadas de incêndio foram inventadas em 1887 por Anna Connelly, uma das primeiras mulheres da história a registar uma patente.

Programação

É de conhecimento geral que o primeiro computador foi inventado por um homem, Allan Turing. Mas a grande inventora da linguagem de programação foi uma mulher – Grace Hopper, almirante da Marinha dos Estados Unidos da América.

Bote salva-vidas

O bote salva-vidas foi uma invenção de Maria Beasley, em 1882. Esta invenção rendeu-lhe milhões, não tivesse salvo milhares de vidas, não é?

Wi-Fi

Se hoje somos capazes de navegar na Internet de qualquer lado, devemos isso a Hedy Lamarr. Tudo começou na II Guerra Mundial, quando esta mulher desenvolveu um sistema secreto de comunicações com o objectivo de controlar os torpedos via rádio. Foi este sistema que se desenvolveu originando o GPS e o Wi-Fi.

Fibra Kevlar

Esta fibra é o material usado para a fabricação dos coletes à prova de balas, cinco vezes mais forte que o aço, apesar de ser muito mais leve. Inventada por uma mulher, Stephanie Kwolek, química, na segunda metade do século XX.

Energia Solar

Sem dúvida, uma das grandes apostas para limpar a energia que usamos no dia-a-dia que, como sabemos, é muito poluente e condena a saúde do nosso planeta.

Sendo a energia solar uma energia limpa, e renovável, é uma das grandes invenções do século XX, e devemo-la a uma mulher, a biofísica Maria Telkes.

Champagne

Se hoje comemoramos a passagem de ano, réveillon, com uma taça de champagne, devemo-lo a Clicquot. Até ela, o champagne era uma bebida que se parecia mais com cerveja, nada daquilo que conhecemos hoje.

Quando enviuvou, em 1805, com apenas 28 anos, ela tomou conta dos negócios do seu marido, e foi daí que nasceu esta bebida. A viúva inventou uma forma de deixar a bebida mais cristalina. Além de melhorar, muito, o seu produto, valorizou a sua marca, transformando o champagne naquilo que é actualmente.

Seringa

Só em 1899 os médicos puderam dar uma injecção com apenas uma mão. Até lá, eles precisavam de um auxiliar, caso precisassem operar outra ferramenta ao mesmo tempo da injecção.

A seringa chegou no final do século XIX, melhorando muito o sistema da injecção, graças a Leticia Geer.