Mulher queima véu depois de ter sido salva do ISIS

Esta mulher yazidi tinha sido escrava sexual do Daesh. Quando foi salva do ISIS, ela queimou o véu como gesto de celebração pelo fim do grande terror que viveu em Baghouz, Síria.

Já são mais de sete mil as pessoas que fugiram ao Estado Islâmico depois da entrada das Forças Democráticas da Síria terem invadido Baghouz. Esta era a última fortaleza do Daesh.

Fechar Vídeo Promovido E Ver Vídeo ×